Como usar um timer de irrigação eletrônico em casa?

Quem tem, sabe. Manter um jardim em casa é praticamente como uma terapia: faz bem para a mente do dono cuidá-lo e, de quebra, tem-se um belo aspecto no quintal de casa. Mas a correria dos tempos modernos por vezes pode fazer da jardinagem uma tarefa pesada.

      A tecnologia surge exatamente para aliviar algumas demandas, incluindo a ação contínua de regar as mudas de um jardim. Pensando nessa possibilidade, que se abre para quem deseja manter um jardim nos trinques, no post de hoje iremos explicar as funcionalidades de um timer de irrigação eletrônico para ser usado em espaços domésticos: a chamada micro-irrigação.

Facilita as regas

      Distintas espécies vegetais exigem distintos intervalos de irrigação, não é mesmo? Controlar a necessidade de água de cada muda de planta pode parecer complexo para jardineiros de primeira viagem. Quando se dispõe de um timer de irrigação, essa função pode ser facilmente programada, de maneira eletrônica.

Assim, é possível ajustar o temporizador desse tipo de equipamento para disparar água em um horário específico – não é preciso voltar para casa para executar essa tarefa ou pedir para que a vizinha faça esse favor. Tem-se, portanto, a certeza de que aquela nova muda será regada da maneira correta e, portanto, em pouco tempo dará nova vida e cara ao jardim.

Economiza água

      Em tempos de crise, qualquer economia é válida, inclusive de água, que ainda se trata de um bem escasso e, portanto, deve ser preservada. Em um jardim moderno, que conta com o suporte de um timer de irrigação, excessos simplesmente não acontecem. Também é perfeitamente viável que o aparelho emita apenas a quantidade do líquido que você determinar. A economia é financeira e, ao mesmo tempo, sustentável, porque há a garantia de que a rega seja feita apenas no tempo necessário.

Existem equipamentos com diferentes saídas de água. O jato que sai em cada uma delas também é distinto e se aplica a inúmeras espécies. Dessa forma, tem-se controle da irrigação de acordo com a “cultura”. Tal tecnologia doméstica assemelha-se àquela utilizada na agricultura.

Investimento não é alto

   Engana-se quem pensa que esse tipo de rega automatizada permitida por um timer de irrigação eletrônico só é aplicável às lavouras, conforme lembrado no tópico anterior. A tecnologia atual possui investimento moderado e, principalmente, retorno garantido.

Usuários domésticos também encontram facilidade na instalação e no uso do aparelho. Geralmente, eles apresentam sensores digitais e são ligados e desligados por solenóide. Podem ser alimentados por pilhas ou baterias – sem consumo de energia elétrica adicional. No caso da bateria, a duração é de, em média, seis meses. Nos tipos mais modernos, um filtro tipo “peneira” na entrada evita a entrada de sujeira, que pode entupir o sistema de irrigação. Ainda é válido destacar que é possível escolher os modelos a partir de pressão, tipos de torneira e temperatura da água, por exemplo.

Você possui alguma dúvida sobre a utilização de timer de irrigação eletrônico em jardins domésticos? Conheça uma linha completa de produtos e soluções para irrigação no site do nosso parceiro.

Clique aqui